Nerve: Um Jogo Sem Regras - Resenha do Filme

FILME | Resenha: Nerve - Um Jogo Sem Regras

SINOPSE: A tímida Vee DeMarco (Emma Roberts) é uma garota comum, prestes a sair do ensino médio e sonhando em ir para a faculdade. Após uma discussão com sua até então amiga Sydney (Emily Meade), ela resolve provar que tem atitude e decide se inscrever no Nerve, um jogo online onde as pessoas precisam executar tarefas ordenadas pelos próprios participantes. O Nerve é dividido entre observadores e jogadores, sendo que os primeiros decidem as tarefas a serem realizadas e os demais as executam (ou não). Logo em seu primeiro desafio Vee conhece Ian (Dave Franco), um jogador de passado obscuro. Juntos, eles logo caem nas graças dos observadores, que passam a enviar cada vez mais tarefas para o casal em potencial.

NERVE - UM JOGO SEM REGRAS
Data de lançamento: 25 de agosto de 2016 (1h 37min)

FILME | Resenha: Nerve - Um Jogo Sem Regras

A historia vai muito além de mostrar apenas os perigos de um jogo ou apenas entreter as pessoas que estão assistindo. Há uma mensagem no filme que mostra que não é porque você está escondido atrás de um nome falso ou um "user" na internet que você está isento do que poderá acontecer ou da culpa de deverá ter. O filme começa mostrando uma jovem bem tímida, Vee DeMarco (Emma Roberts) que é fotografa e amiga de uma garota bem popular na escola, Sydney (Emily Meade). Essa é aquela famosa amizade onde uma é a popular e a outra é a mais tímida e bobinha. Vee é o tipo de garota que a mãe quer que faça faculdade, que seja "alguém na vida". Mas diferente do que a mãe dela pensa, ela não quer entrar na faculdade e nem seguir o que a mãe dela tanto sonhou pra ela. Vee quer ser independente, sair de casa e conseguir morar sozinha bem longe de onde está atualmente.

DESCUBRA AQUI COMO CONSEGUIR 42 MIL SEGUIDORES NO INSTAGRAM

Sydney liga para a amiga e as duas conversam brevemente sobre Vee ter sido aceita em uma faculdade e sobre um jogo chamado "Nerve". Mesmo Vee não parecendo muito interessada, Sydney tenta fazer com que ela se cadastre no jogo para observar a amiga jogar, já que ela quer ter muitas pessoas acompanhando ela. Vee não dá muita atenção para isso até ver que a amiga está mesmo em um jogo e não quer saber das consequências que isso trará. Sydney então tentou mostrar a amiga que ela precisa começar a viver mais e sair das sombras pois ela é muito insegura e vai falar com o menino que Vee é apaixonada, tentando fazer com que ele se interesse pela amiga insegura e medrosa. O que acontece é bem diferente do que Sydney imaginava, o menino rejeitou sua melhor amiga com a mesma vendo isso.

FILME | Resenha: Nerve - Um Jogo Sem Regras

Toda magoada, Vee chega em casa e se cadastra no jogo Nerve para mostrar pra amiga que ela pode sim ser uma jogadora e que ela não estará ali apenas para observar. Ela está fazendo isso pelo impulso de provar que ela não é insegura. Começa a seguir as instruções e vai para um bar/lanchonete onde o desafio dela é de beijar um desconhecido, qualquer um. Vee acaba beijando Ian (Dave Franco) e ganha 100 dólares e logo descobre que ele também é um jogador. Acaba ficando bem animada por causa do dinheiro que poderá ajudar muito ela e sua mãe pois estão apertadas em dividas. Os visualizadores do jogo querem Vee e Ian juntos para uma noite de jogo bem intensa. Os desafios começam sendo apenas ir para Manhattan e depois vai para níveis mais elevados de confiança e adrenalina. Sair quase pelado de uma loja é um desses desafios, assim como pilotar uma moto a 100 quilômetros por hora com os olhos vendados e atravessar um prédio em cima de uma escada.

Será que a Vee pode confiar em um cara que ela acabou de conhecer? Será que ela vai deixar a amiga de lado para ser a mais popular? Será que ser famosa na internet em um jogo ilegal que pode levar alguém a morte vale tanto a pena? Será que alguém já morreu ou vai morrer por causa desse jogo? O que você faria para conseguir o que quer? O pensamento que fez Sydney entrar no jogo é que o tempo está passando e que ela precisa arriscar mais coisas na vida. Será que Vee está começando a pensar da mesma forma?

FILME | Resenha: Nerve - Um Jogo Sem Regras

Vee começa perder seus amigos por querer tanto uma coisa que acaba se perdendo em seu proposito e entrando em uma enrascada. O jogo tem três modalidades: jogador, observador e prisioneiro. O problema é que em momento algum a terceira modalidade é dita pelos criadores do jogo, mas existem regras claras, e uma delas é que não seja dedo duro. Não pode falar do jogo para as autoridades ou qualquer pessoa que vá investigar o mesmo. Vee entra no terceiro modulo do jogo: prisioneiro após descobrir vários segredos sobre Ian e ir até a policia para entregar o jogo, mas a novidade é que a policia não fez nada a respeito. Ela precisa ganhar esse jogo para que a sua vida e a de sua família estejam a salvo. O jogo não se trata mais de provar nada a ninguém e nem pelo dinheiro. Agora é fazer ou correr riscos de exposição, acabar com sua família já traumatizada por uma perda.

O filme traz pra gente uma realidade que precisa ser compartilhada com todas as pessoas. Somos incapazes de saber o que somos capazes de fazer pelo que queremos a menos que isso seja imposto pra gente. Somos mais fortes do que pensamos ou mais fracos do que sonhamos? A vida é um jogo, mas não é algo que vale a pena ser testado por um jogo, dinheiro ou popularidade. O dinheiro pode comprar quase tudo. A felicidade de alguns, o inicio da tragédia para outros. A vida de cada pessoa mé diferente porque cada pessoa tem uma vida e pensamento e não devemos nada a ninguém. Você acha que precisa provar para as pessoas quem você é, mas na verdade você precisa provar apenas para você do que você é capaz.

FILME | Resenha: Nerve - Um Jogo Sem Regras

Não é apenas um filme com um jogo de desafios que pode colocar a vida de pessoas em risco por números de seguidores, mas é algo que faz com que a gente pense se algo assim já não existe em nossa realidade. Não é apenas para entreter você, na verdade ele está te entregando mensagens muito importantes para o dia a dia e para o nosso uso consciente em questão da internet. Não é porque você se esconde atras de pseudônimos que você não será culpado por causar o mal de alguém, você conhecendo essa pessoa ou não. Se você fez algo para que contribua com o mal estar de qualquer pessoa, você tem parte da culpa sim. Ele também mostra como pode ser perigoso fazer as coisas para ser famoso na internet porque isso pode afetar a sua vida mais do que imagina podendo chegar até a sua família e fazendo com que você vá parar no fundo do poço. Mostra que não devemos mudar quem somos para provar nada para qualquer outra pessoa que não seja nós mesmos e que ninguém merece que a gente corra riscos para que se divirtam, ainda mais desconhecidos.

A atuação de todos foi maravilhosa e fez com que muita gente calasse a boca por dizer que Emma Roberts só sabe atuar em papel que ela é poderosa, mandona ou algo do tipo. Ela interpretou muito bem uma adolescente perdida que não sabia o que fazer do futuro. Conseguiu mostrar insegurança e coragem ao mesmo tempo de uma forma muito boa. Dave Franco também tem um talento incrível e deve ser de família, não é mesmo? Amo demais o trabalho dele em "Um Truque de Mestre" e sempre gostei da atuação dele que não deixou a desejar em nenhum momento. O filme conta com Kimiko Glenn e Samira Wiley da série "Orange is the New Black". O filme completo pra mim foi um sucesso, não deixou nenhuma ponta solta. Vale muito a pena aprender um pouco com essa historia.



Compartilhe esta postagem nas redes sociais abaixo
Tecnologia do Blogger.