Motivos para assistir Bates Motel

16:10:00


Apaixonados por série, aqui está uma postagem que eu estava louco para fazer e para mostrar pra vocês. Bates Motel está na minha vida desde a primeira temporada fazendo com que eu me perdesse por completo da minha vida real e afundasse na série de cabeça, sem pensar duas vezes e eu confesso, amei desde o primeiro episódio (e olha que eu normalmente odeio o piloto). Eu vou resumir a historia da série de uma forma simples e fácil já que nos motivos abaixo existem varias informações complementares que você precisará juntar para criar uma peça completa. Norma Bates é mãe de um adolescente chamado Norman. Eles acabaram de se mudar para uma mansão ao lado de um motel (que veio junto com a casa). O motivo da mudança? Um acidente aconteceu e o marido de Norma morreu e ela e o filho precisavam recomeçar, pra isso precisavam de uma vida nova em um lugar novo como a cidade pequena de White Pine Bay no estado de Oregon nos Estados Unidos. Depois de já ter se mudado, muitas coisas começam a acontecer essa família está carregando um grande segredo.

* Poucos episódios por temporada

Como se trata de uma série produzida por um canal fechado, todas as temporadas vão possuir apenas 10 episódios. Isso ao meu ver é muito bom porque os roteiristas não precisam colocar coisas irrelevantes para a história, coisas que não vão fazer a diferença apenas para fazer ela durar mais. Tudo acontece muito rápido, mas de uma forma que todos nós conseguimos ver uma certa evolução acontecendo em relação a cada um dos personagens que vão se moldando a cada problema novo que aparece, mostrando que alguns não são tão inocentes quanto achamos e que outros também não são de todo mau.

* Vera Farmiga

Quem assiste a série percebe que a história não se trata apenas do Norman Bates (Freddie Highmore) e que ele não é exatamente o principal da série mesmo que tudo mostre como se ele fosse o “ponto principal”. A série é de Norma Bates e disso eu não tenho a menor duvida. Norman tem problemas e sabemos disso, mas pra mim ele não é o principal. É claro que é por ele que temos a série e todos os desfechos que acontecem em cada temporada, mas não é apenas o problema dele que é mostrado, na verdade mostra muito bem o que a mãe dele tem que aguentar por causa da doença dele e a Vera Farmiga consegue demonstrar tudo o que a personagem sente através dos olhares, caras e bocas, choros, gritos. Mostra uma personagens instável, uma mulher que age por pura emoção e pensa depois. Ela consegue demonstrar o terror que a vida dela se tornou desde que seu filho começou a apresentar o distúrbio. Ela consegue fazer com que você acredite que a história é real, que ela realmente vive aquilo e que ela é uma mãe desesperada e desequilibrada, emocionalmente falando. Mas quero deixar claro aqui que ela é a protagonista, obrigado.

* É o prologo de "Psicose"


Bates Motel é inspirada em um dos maiores clássicos do terror do cinema: Psicose, do aclamado diretor Alfred Hitchcock, foi lançado em 1960. O longa gira em torno do serial killer Norman Bates, que assassina os hóspedes do Bates Motel, do qual ele é dono. Há mais de cinquenta anos, Norman é considerado um dos mais icônicos vilões que já existiram na história do cinema. A séria trabalha como tudo aconteceu antes de ele se tornar esse serial killer, antes dele sair matando tantas pessoas e ser tão perturbado, mostrando a evolução da sua capacidade assassina e da sua personalidade instável. O mais legal é que mesmo essa série mostrando o que acontece antes do filme de 1960, ela se passa na atualidade e isso dá um ar ainda mais real.

* Mãe e filho

Eu estou para dizer que parte da culpa do Norman ser como ele é, é da nossa querida Norma, uma mãe super protetora que nem sempre sabe bem o que faz e como eu ja disse, é uma pessoa desequilibrada, emocionalmente falando. Enquanto seu filho, Norman acha que a mãe tem muitos problemas, a Norma sabe que quem tem problema é ele, mas ela não sabe o que se passa na mente dele e que tudo o que ele vive e tudo o que ela faz contribui para que ele se torne um psicopata de primeira. Todas as séries que vimos sempre mostram como centro , como ponto principal a relação entre um homem e uma mulher, sexualmente falando, mas em Bates Motel não é assim que funciona já que eles focam na relação amorosa que vivem Norma e Norman, um amor de família que normalmente não é visto em nenhum lugar. O relacionamento dos dois chega a parecer quase incestuosa, mas calma, ainda não é (ainda, porque não sei se vai acontecer).

* Elenco completo

Não tenho o que reclamar do elenco, e acreditem, estou falando até daquelas pessoas que passeiam na rua aleatoriamente. Posso ser suspeito por amar muito a série a ponto de não achar muitos defeitos nela, mas acho que é uma das únicas séries onde tudo que acontece parece ser possível na vida real, parece que pode acontecer de verdade e isso faz com que a gente passe a viver a história de uma forma diferente, não é apenas uma série e sim a série. Claro que isso é uma questão de ponto de vista e é por isso que eu estou aqui, não é mesmo? Max Thieriot, Olivia Cooke,Nestor Carbonell, Kenny Johnson, Joshua Leonard, Bob Paris, Marcus Young, Will DeCody, Miss Watson são outros nomes que estão na série.

* Suspense a cada episódio

Você nunca vai saber o que está para acontecer nem mesmo quando acha que sabe. cada episódio traz uma tensão única para cada cena que é mostrada, cada dialogo bem trabalho, cada morte mostrada. Tudo é relevante para fazer com que você fique tão tenso quanto é possível ficar, que você viva aquela historia como parte dela, com o medo e o desespero em suas veias se mostrando mais forte do que você imagina. As vezes está tudo em silencio e quando você acha que vai se assustar, nada acontece, pelo menos não da forma que acontece normalmente nos clichês. Eu posso dizer que já não tenho mais unha para roer de tão ansioso que eu fico a cada episódio e o medo do Norman surtar mais do que já surta normalmente, me sinto parte da família tendo medo do que ele pode fazer sem saber que é capaz de fazer.

Sobre os personagens


Norma Louise Bates: É a bela mãe resiliente, complicada e mercurial do garoto de dezessete anos, Norman Bates. Mãe solteira contemporânea, ela é emocionalmente complexa e totalmente dedicada ao seu filho. Após a morte de seu marido ela decide ir morar em uma nova casa, numa nova cidade para ela e Norman recomeçarem.

Norman Bates: É um rapaz de dezessete anos (agora tem mais), inteligente, bonito e às vezes tímido, com um vínculo intenso com sua mãe. Norman é resistente a começar de novo em uma nova cidade, mas começa a mudar sua mente enquanto ele se adapta melhor ao lugar.

Dylan Massett: É o filho de Norma e meio-irmão de Norman. Ele é uma alma perdida e um vagabundo que se encontra, por necessidade, à deriva de volta para as vidas atribuladas de sua mãe e seu irmão.

Emma Decody: É uma menina peculiar, muito inteligente, de dezessete anos de idade, que tem fibrose cística e uma "alma velha". Ela tem uma paixão quase imediata por Norman e está sempre aparecendo em sua porta.

Xerife Alex Romero: É o xerife de White Pine Bay, ele é o centro de "moral" da cidade, embora a moralidade é muitas vezes uma linha de mudança por ali. Imponente e exigente, ele se envolve na vida de Norma Bates depois de um incidente lamentável no motel.

Siga o blog e receba tudo em primeira mão. 
Me leve com você 
 FACEBOOK | INSTAGRAM | TWITTER | CANAL 

Compartilhe esta postagem nas suas redes sociais e ajude o blog.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

7 comentários

  1. Oi Alef!!
    Estou numa correria que infelizmente não ando conseguindo acompanhar séries. Assisti à primeira temporada, amei, é exatamente tudo isso que você enumerou. O meu motivo de começar a acompanhar, é porque se trata do prólogo de "Psicose", queria descobrir todos os mistérios e tal rsrs, mas acabei deixando de acompanhar por causa do tempo.
    Ótimo post.
    Beeijos
    lua-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que logo consiga assistir toda a série porque ela fica melhor a cada temporada, mais perigosa e mais fascinante. Fico feliz que tenha gostado dos motivos e que tenha se identificado com elas. Adorei a sua visita e espero te ver aqui mais outras vezes.

      Excluir
  2. Ando relutando para assistir a série, mas acho que vou dar uma chance... Gostei do seu post, deu para entender melhor porque tem muita matéria confusa por aí.

    Bjs
    www.omundodamari.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marizoch, acho que valeria muito a pena se você desse uma chance para essa série. Cada personagem é único e vai fazer você se apaixonar de uma forma incrível. Se você assistir, não deixe de me contar porque eu quero saber o que você achou. Fiquei muito feliz pela sua visita e espero te ver aqui mais vezes.

      Excluir
  3. Tenho amigas que são viciadas nessa série, confesso que não tinha muita curiosidade até ler esse post haha fiquei doida pra ver, parece ser bem intrigante! Já esta na lista com o * da vantagem rsrs
    O post ficou otimo!

    Beijo

    http://www.depoisdevoar.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da postagem e eu espero que goste da série assim como eu gosto. O enredo é maravilhoso e não tem um motivo para colocar qualquer defeito. Adorei a sua visita. Vem me ver mais vezes.

      Excluir
  4. Boa noite Alef !!!
    Essa série me deixou pirada a ponto de assisti-la em qualquer momento vago do meu dia , rs , amei , amei muito , mas a minha vontade era de matar o Norman hahahaha

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!