Por que eu tenho um blog?

11:40:00

 

Olha quem está de volta ao blog (eeeeeeeeeeeeeeeba). Voltei galera. Eu resolvi pegar uma semana pra mim, apenas pra pensar no que eu queria de verdade. Todos sabem que criar conteúdo não é uma coisa fácil e que além de tomar tempo precisa ser divulgado e que divulgação toma mais tempo do que criar conteúdo e sendo assim a minha vida não anda. Eu me sentia empacado olhando para uma tela de computador todos os dias divulgando como louco meu trabalho porque sempre achei que as pessoas precisavam conhecer o meu blog ou saber quem eu sou e na verdade não acho mais que isso importa. Não são muitas as pessoas que me acompanham, mas acho que são o suficiente para me deixar feliz em saber que gostam do conteúdo. Eu ficava triste quando escrevia uma postagem bem legal e trabalhosa e via que não tinha muitas visualizações ou até mesmo nenhum comentário, mas vamos parar para analisar, faz menos de um ano que eu to levando o blog a sério. Consegui 44 seguidores o que pra mim, se pensar direito, é muita coisa nesse tempo. Os números pareciam muito importantes pra mim, mas eu fico pensando: pra que eu escrevo? Ou melhor, pra quem?

Nesses dias que eu andei sem criar postagem, sem escrever nada aqui, sem nem se quer pensar em temas eu fiquei pensando nos motivos que me levaram a fazer o blog. Eu sempre tive vontade de dividir tudo o que eu amo, tudo o que eu gosto com as pessoas e isso vem desde a época que eu vivia mais no tumblr do que na minha vida real onde eu escrevia meus textos e lá ficavam e eu não ligava se as pessoas iam ver ou não. Acabei descobrindo novamente o motivo de eu escrever aqui, de me empenhar tanto para mostrar o que eu amo. Eu escrevo pra mim. É como um diário, mas um pouco mais trabalhoso onde eu gero um conteúdo além do que apenas falar da minha vida em si, dos meus problemas, dos meus defeitos, qualidades e qualquer outra coisa. De nada adianta números. Eu quero que as pessoas gostem, mas antes disso eu preciso gostar, porque esse blog é um blog pessoal onde eu posso escrever o que eu quero, expressar minha opinião para que um dia eu veja tudo o que passou na minha vida e tenha lembranças, para saber como eu pensava e o que eu gostava.

Querendo ou não o mundo e a vida nos obriga a mudar, atualizar pensamentos, qualidades, defeitos, amores, tudo e essa mudança faz com que a gente esqueça de quem éramos e é exatamente isso que eu não quero. Não quero esquecer nada do que eu sou hoje para um futuro incerto. Realmente não sei como será no futuro, mas sei que aqui, agora eu amo escrever e contar a vocês tudo o que eu quero contar. Não quero apenas pessoas entrando e saindo, quero que fiquem, que passem mais tempo, que me conheçam por aqui. E é por esse motivo que eu vou continuar com o blog e com a minha vontade de postar sempre. Conteúdo nunca é demais e eu sei que vai valer a pena. É necessário amar tudo o que fazemos, sentir que vai fazer a diferença, que vai ser diferente. Eu estou aqui por mim e por você que está lendo esses meus pensamentos. E você, por que está aqui?

Siga o blog e receba novidades em primeira mão.
Me acompanhe: TWITTER | CANAL | INSTAGRAM | FACEBOOK

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

2 comentários

  1. Parabéns, acho que estas no caminho correto! Os números pouco importam, o importante é fazer aquilo que gostamos e compartilhar com quem goste. Quantidade nunca foi sinônimo de qualidade. Eu agradeço a cada um dos poucos e bons seguidores que tenho no blog e é isso. Escrevo do que gosto, quando quero... rs! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o seu comentário Ana e isso é a mais pura verdade. Amo cada pessoa que me segue, que me acompanha, que compartilha meus artigos e textos, que me ajudam. Isso que importa, o dinheiro não é nada perto disso. Adorei a sua visita e espero te ver aqui mais vezes.

      Excluir

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!