Resenha do filme: Perdido em Marte

12:24:00


Eu sou o tipo de pessoa apaixonada por cinema e pelas produções que relatam e copiam uma vida em outros planetas. Muitas crianças sonhavam em ser astronautas na vida. Claro que a quantidade de crianças que sonham com isso diminuiu muito, mas não estou aqui parar falar dos sonhos de cada pessoa e sim de um filme que eu fui assistir no cinema e que não me sai da cabeça. O filme Perdido em Marte tem como protagonista Mark Watney (Matt Damon) que é um dos 6 astronautas que estavam em Marte para fazer verificações, colherem amostras para trazer pra terra para testes (como ainda fazem as sondas e o mesmo bla bla bla de sempre). O filme começa mostrando a equipe pegando amostras de uma forma bem descontraída conversando como bons amigos que são e uma boa equipe. Todos estavam sob comando da Melissa Lewis (Jessica Chastain) que era a comandante da missão. Enquanto estão colhendo as amostras, Beth Johanssen (Kate Mara) avisa todos que está vindo uma tempestade que já estava prevista, porém muda todos os cálculos.

A tempestade estava vindo bem pior e antes do previsto. Por causa da força da tempestade a equipe precisou abortar a missão e ir para a nave para voltarem pra casa pois o transporte não iria conseguir ficar no lugar por conta da força do vento. Porém enquanto eles estão indo para a nave, uma antena se solta e atinge Mark fazendo ele se perder na tempestade de areia e ninguém conseguia vê-lo. O sistema informava que o traje dele fora perfurado e pelas contas o oxigênio dele acabaria em 1 minuto. Sendo assim, Melissa Lewis mesmo a contra gosto resolve partir achando que Mark está morto.


Mark então consegue acordar com um bip muito chato (até pra gente que estava assistindo) informando que o traje dele está furado e que não terá muito ar pra ele. Ele vai até a base e consegue tirar os estilhaços que estavam dentro dele. Depois disso ele precisou pensar como conseguiria sobreviver já que tinha alimentos apenas para 61 sois e ele estava no 19 (o filme é todo marcado por cada sol de marte). Ele então começa a fazer contas de quanto tempo duraria ali já que tem alimento de 6 pessoas disponíveis e apenas ele está ali. Como um bom botânico ele começa a ter ideias de plantações e a única coisa que ele pode plantar e tem para plantar é batata, porém a terra de marte não é uma terra fértil e só pode ser fertilizada se tivesse algum tipo de adubo. Eu sei que parece uma coisa nada agradável, mas Mark teve de usar o seu próprio cocô e os de outros amigos que estavam lá antes para que conseguisse fertilizar a terra e conseguisse fazer algo crescer na terra não fértil.

Mark conseguiu contato com a NASA com um aparelho que estava em marte a muito tempo (não sei o nome do aparelho e nem dei muita importância para a data correta que ele foi lançado para lá) Depois disso passa a ter contato constante com eles, tira dúvidas, consegue ajuda em muita coisa do seu dia a dia e de sua sobrevivência. O filme vai passando e vai mostrando a sobrevivência de Mark ao longo dos sois que passam em Marte e várias coisas dão erradas. Um dos momentos que eu quase chorei foi quando tudo explodiu a noite e fez com que sua plantação congelasse, sendo assim não conseguiria plantar mais porque a terra que ele tornou fértil, deixou de ser. Então ele precisa sobreviver com muito menos do que ele tinha imaginado que iria sobreviver.

Enquanto isso, a NASA estava juntando forças para conseguir mandar suprimentos para que ele sobrevivesse até a próxima missão que seria em 4/5 anos (não ficou muito claro isso no filme). Porém quando eles estavam acompanhando o lançamento do foguete que levaria o suprimento para ele, algo deu muito errado (já que não fizeram testes antes para que conseguissem gastar menos tempo e enviassem os mantimentos para ele a tempo antes dele morrer). Depois disso a NASA resolve contar para a equipe que ainda segue em viagem para a terra e que não estavam sabendo que Mark estava vivo já que pra eles o sistema informava que o traje dele estava perdendo o oxigênio. Então Rich Purnell conseguiu ter a grande ideia de então conseguir fazer um grande cálculo para que a nave com os 5 astronautas ao invés de pousarem na terra, usarem a força gravitacional para voltarem para Marte para recuperar Mark que ainda tentava sobreviver com o mínimo do mínimo que tinha. A equipe teria que concordar em ficar mais 9 meses no espaço para recuperar o amigo e eles aceitaram sem hesitar.

O filme passa a mostrar então Mark depois de muitos sois, todo desnutrido, magro, com uma barba grande e todo queimado e machucado em várias partes do corpo, muito diferente do que ele estava no início do filme, bem encorpado, musculoso que era. Eu realmente fiquei muito chocado com essa imagem pois é muito triste ver isso mesmo que seja em um filme. Esse foi um dos momentos que uma lagrima escorreu dos meus olhos. O filme faz qualquer pessoa repensar sobre a sobrevivência humana e até onde uma pessoa pode ir apenas com a esperança de ser resgatado de um planeta sem vida. Mark consegue mostrar de forma linda do que o ser humano é capaz. Teve muitos pontos ótimos no filme e eu não sei dizer se não gostei de algo porque as filmagens foram ótimas, os atores foram incríveis, sem contar que Melissa Lewis e Matt Damon fizeram o filme INTERESTELAR, um dos filmes que mais mexeram comigo e que considero um dos melhores que já assisti sobre viagem no espaço.


Não posso dizer que o filme tem apenas um gênero, pois ele mostra tons ótimos e corretos de drama, suspense, comédia e aventura. Tudo isso de uma forma moderada faz o filme ter tudo o que uma pessoa precisa para ter muitos sentimentos por ele. Eu ainda fico parado as vezes pensando no filme e em como tudo isso relata algo que um dia possa realmente acontecer. Mesmo sendo um filme de ficção, não me parece uma ficção que esteja muito longe de nós. Antes de finalizar eu gostaria de informa-los que o filme foi baseado (é uma adaptação) do livro Perdido em Marte do escritor Andy Weir lançado pela Arqueiro lançado em 2014. Espero que gostem do filme e depois de assistirem me deixem nos comentários o que vocês acharam do filme.
 (Foto: Leitores Possessivos)



VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

0 comentários

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!