Resenha do Filme: UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO

By Um Container - 12:30:00



Resenha do Filme: UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO

Posso dizer que sou do tipo que ama filmes de drama para poder chorar rios sem ninguém encher o saco porque eu teria um motivo para estar ali em lagrimas. Posso dizer que nesse filme, em muitos momentos eu cai na risada, mas que muitas delas eu estava em lágrimas e não sabia se eu ria ou chorava. Foi lançado dia 2 de abril desse ano (2015) foi dirigido por George. C. Wolfe e é um drama de cair o queixo. Tem 1h42 min de duração, mas parece que passa tão rápido que nem aparenta. Eu preferi assistir em inglês onde o nome era outro "you're not you" mas isso vai do gosto de cada um.

O filme conta a história de Kate (Hilary Swank – Meninos não choram, Menina de ouro). Essa mulher fez uma atuação incrível e se você assistir o filme, vai entender o que eu estou falando. Kate é a mulher que tem a vida perfeita. Bem casada há 15 anos com um marido Evan (Josh Duhamel - Um porto seguro) lindo e que a ama. Pianista clássica e sofisticada, ama se cuidar e se sentir linda. Mas como sabemos, filmes quando começam assim nem sempre tomam um caminho tão lindo. A história mostra Kate de início de maquiando para começar o dia pois é aniversário dela em que está fazendo 35 anos e ela tem que preparar um jantar para os convidados. Após o jantar, os convidados, amigos dela, pedem para ela tocar piano. É ai que tudo começa tudo a mudar.

Resenha do Filme: UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO

Kate descobre que está com ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica). O filme pula um ano e meio onde mostra que toda aquela realidade que foi mostrada antes no filme se mudou completamente e que nada daquilo mais importava. Kate passou a depender do marido ou da empregada para tudo. Não conseguia escovar os dentes sozinha, tomar banho, cozinhar e muito menos tocar piano que era um dos seus maiores amores. Ela resolve trocar de empregada para uma pessoa diferente, uma pessoa que possa cuidar dela e que se torne mais amiga dela, que possa a ajudar em tudo sempre, estar ali para isso. Ela queria poder ensinar a pessoa como fazer tudo o que ela precisa. Nisso ela resolve fazer uma seleção, junto ao seu marido para escolher uma pessoa ideal para o cargo e ai que aparece Bec (Emmy Rossum – O fantasma da ópera, Dezesseis luas) que quer tentar essa vaga.

Bec é uma universitária que não sabe o que quer da vida, bebe demais, sai com o professor que é casado e sente que o mundo sempre conspira para que ela tenha uma vida ruim ou no mínimo mais ou menos. Bec se vê acordando ao lado de um homem que nem sabe o nome direito e atrasada para a entrevista de emprego com a Kate e o Evan. Bec foi contratada por Kate, mesmo com Evan não aceitando muito isso, mas ele não retrucou muito isso pois a doente ali era ela e não ele. Com o avanço da doença, o casamento com Evan acaba atingindo um ponto crítico. Kate sendo dependente de tudo e de todos descobre que seu marido tem um caso com a secretária. Então Kate pede para Bec leva-la a uma espécie de "asilo" para todas as pessoas pois ia sair de casa, mas Bec renega seu pedido e pede para ela mandar Evan embora pois ele fez errado e ele deve sair, então Kate o expulsa de casa.

Resenha do Filme: UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO

Há momentos logo depois que ela descobre que está sendo traída que eu senti um medo enorme pelo que ela poderia fazer. A imagem para com Kate no alto da escada e depois ouve-se um barulho. Não posso falar o que aconteceu pois seria um spoiler e como sou um amor de pessoa não farei isso. Com o passar do tempo os movimentos e a fala iam ficando cada vez mais difíceis e suas amigas se afastaram pois não sabiam como "lidar e agir" nessa situação. Se tem algum ponto positivo na separação do casal é que este será o início de uma proximidade maior com Bec, que acaba se tornando sua melhor amiga em pouco tempo. É incrível como cada uma muda a forma de pensar e de agir. 

A convivência mostra que o pensamento de cada uma nem sempre está certo e nem sempre está errado e há momentos em que as duas discutem em que parecem amigas de infância e isso mostra que, não é preciso ser um amigo de infância para ser um amigo de verdade. O filme segue para um cotidiano difícil que Bec e Kate devem passar por conta da doença que vai piorando a cada momento e dificultando a vida de Kate e deixando Bec cada dia mais próxima da amiga.

Kate foi ficando cada vez pior, até que no Natal ele passou muito mal e sua mãe levo-a para o hospital. Ela não estava bem, mas tinha um pedido a fazer para Bec e apenas para ela. Sua mãe não entendia e aceitava a escolha da filha, mas só Bec poderia dizer o que faria com ela. O desejo de Kate era de ser levada pra casa e então Bec realizou o desejo. Então Kate pediu para que Bec não voltasse no quarto nem pedisse ajuda naquela noite. Um momento pode mudar tudo é um filme ótimo, com uma história maravilhosa e com todos os motivos do mundo para você cair em lagrimas e aprender muito com isso. Acredite, você irá tirar muitas lições de vida desse filme.

Resenha do Filme: UM MOMENTO PODE MUDAR TUDO

Em uma cena, no Dia de Ação de Graças, que Bec vai dançar com seu amigo Will (Jason Ritter – Freddy vs. Jason) começa a tocar uma música brasileira. Sim, isso mesmo – e Will ainda faz questão de dizer que a música é do Brasil. É uma música que não conhecia, mas o ritmo é gostoso. A música é Malemolência, da cantora Céu. Nos créditos, no momento em que eu estava caindo em lagrimas chorando demais, aparece Emmy Rossum cantando uma de suas próprias músicas, Falling forward que é uma música apaixonante e que eu fiz questão de passar a ouvir nos meus dias porque fiquei apaixonado.

Compartilhe esta postagem nas redes sociais abaixo

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!