Resenha | Livro: Cidade dos Ossos - Cassandra Clare (Instrumentos Mortais v.1)

By Um Container - 23:08:00



Eu confesso que não tenho o livro em mãos pois tive que ler em PDF. Não comprei o livro pois estava com medo de não gostar e de gastar dinheiro a toa, agora aqui estou eu querendo socar a minha cara por não ter comprado.

Eu conheci essa série de livros depois que eu assisti o filme que foi lançado dia 23 de agosto de 2013. Realmente gostei do filme. Sei que é direcionado a adolescente, mas me senti um, então não me julguem.

Depois que eu assisti o filme, fiquei muito curioso para saber como eram os livros, porém demorei muito para ler pois estava sem tempo e com uma lista enorme de livros para ler antes dele.



Bom, eu amei o livro, fiquei apaixonado pela historia de uma forma que não sei explicar. A única coisa que eu não gostei muito foi a capa. Eu particularmente acho que a capa poderia ser mais bonita ou diferente do que é.

O livro foi lançado aqui no Brasil em 2010 pela editora Galera Record e tem o tamanho médio de 462 paginas (mas em PDF é 357, não sei por que). Ele é o primeiro livro da saga Instrumentos Mortais.

Cassandra Clare, a escritora, conseguiu projetar dois mundos. O nosso mundo Mundano e o Mundo da magia (não é chamado assim, mas é assim que eu vejo). Há mundanos, caçadores de sombra, vampiros (não é igual o crepúsculo), lobisomens, feiticeiros, e mais um trilhão de tipos de seres do submundo, ainda não podendo esquecer dos demônios que são caçados e mortos pelo Caçadores de sombras.

O que mais me deixou feliz nessa historia é que além de não ser uma historia apenas de romance (e de não ser um romance entre vampiro e humano que eu realmente estou um pouco farto desse tipo de historia), é o fato de que você nunca sabe quando as coisas vão ter fim. É muita ação, o livro tem muito mistério e muitas coisas vagas que precisam ser preenchidos (e creio eu que são preenchidos com o resto da série).

A historia não fica sempre na mesma, ela sempre está em constante mudança e surpresa, além de a escrita ser super fácil, então você lê tão rápido que não percebe e do nada acaba o livro e você já está querendo devorar o resto da coleção. O livro é escrito em 3° pessoa e na maior parte das vezes está bem focado na Clary, mas em alguns momentos foca um pouco em outros personagens, bem rapidamente.

Outra coisa super legal é o fato de que a personagem principal não é aquela pessoa sem sal e sem açúcar, sabe? A maioria dos livros de ficção sempre é aquela pessoa meio "who" que é muito chata e comum. A Clary sempre se sentiu fora da orbita, como se algo sempre faltasse. Além disso, ela não é aquela pessoa que precisa de proteção sempre, pois ela tenta sempre se defender sozinha, mas também não é aquela pessoa que aprende tudo rápido e se torna uma ninja ou coisa do tipo.

O livro começa contando a vida da Clary que é uma garota de 15 ou 16 anos (realmente não me atentei muito a isso, me desculpem). Uma garota normal com uma vida normal. Linda e maravilhosamente ruiva.

O primeiro capitulo começa com essa garota indo com seu melhor amigo Simon em uma boate chamada Pandemonio onde iam pessoas de varias idades, pessoas de todos os tipos e gostos, muitas pessoas iam fantasiadas com roupas bem dark.

Ainda na fila ela começa a reparar em um moço chamado Jace que está empacando a fila por que o segurança está conferindo a fantasia e está encucado com a faca do menino achando que é de verdade.

Já dentro da boate, Clary, segue o menino de cabelos loiros que estava com a faca e esse menino (Jace) estava indo em direção a um casal que estavam "se pegando" no fundo da balada e que entraram em uma porta qualquer.

Ela acaba presenciando um assassinato, cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras, porém, ainda no lugar, quando Simon chegou com segurança, ela não contou o que havia acontecido. Nem Simon e nem o guarda conseguia ver as outras 3 pessoas que ainda estavam ali dentro daquele lugar.

Depois disso, quando Clary está com Simon em um café, ela vê Jace ali, mas ninguém mais vê. Ela resolve ir conversar com Jace fora do café, pra descobrir o que estava acontecendo. Ele começa explicar o que talvez estivesse acontecendo e o celular dela começa a tocar loucamente, e era a mãe dela. Nesse instante a mãe dela é sequestrada e ai começa essa historia linda e cheia de aventuras.

O mundo está em perigo pois um poderoso caçador de sombras que foi banido está de volta e que um objeto muito poderoso que fará dele um líder. É um homem que gosta de ser temido e ele não quer a paz entre os mundos, ele quer matar todos que são do submundo, assim quebrando pactos que vem sendo negociados a anos entre esses seres e a Clave, que é como se fosse uma associação dos Caçadores de sombras.

Existem símbolos que são citados no livro, marcas que os caçadores de sombras usam para se curar ou para algum outro tipo de poder. Existem muitos símbolos, mas o que é a marca da saga é esse aqui que significa "poder angelical".


Clary se junta a Jace, Isabelle e Alec em uma busca incrível por esse objeto tão cobiçado. A historia  mistura aventura, suspense, amor e vai leva-los para guerras entre seres do submundo de uma forma que Clary jamais pensou que veria ou que presenciaria ou que poderia existir. Cada ponto do livro é importante e acredite, você vai se surpreender a cada capitulo.

Minha opinião e o que eu pude perceber sobre os personagens:

Clary precisa encontrar sua mãe descobrir o seu passado que está oculto em sua mente. Muita coisa ela não lembra, mas ela pertence a um mundo onde jamais conhecerá por completo. É uma menina de gênio forte e opinião formada sobre as coisas. Não sente medo facilmente e vai fazer o que é preciso para salvar quem ama.

Simon é o amigo mais fiel que Clary pode ter. Ele é amigo de infância dela e não desgruda dela nem por um minuto. O amor dele por ela não é o mesmo que ela tem por ele, mas ele já acha o suficiente apenas ficar ao lado dela. É inteligente e tem uma banda. O sarcasmo é o melhor aliado dele e as piadas em horas erradas dão um tom de graça no livro.

Jace é um caçador de sombras que não tem medo do perigo, já que parece que é movido a adrenalina que isso cria nele. Nunca amou até conhecer e conviver com Clary, a garota mais complicada e mais linda que ele já conheceu. Ele está fazendo de tudo para protege-la e para coloca-la no mundo em que deveria ter crescido conhecendo. Ele faz questão de fazer piadas de mal gosto e de "pisar no calo das pessoas". Um verdadeiro bad boy.

Isabelle é acima de tudo uma caçadora que não perde a beleza nem o estilo apenas por ser nomeada como tal. Uma das poucas mulheres que existem como Caçadora de Sombras e se orgulha disso. Não sabe muito bem o que é amor, mas não parece se sentir incomodada com isso.

Alec é irmão mais novo de Isabelle, na verdade o único, e ele odeia a Clary com todas as forças. Acha que tudo é culpa dela, tudo o que aconteceu até o final do livro. Ele é o braço direito do Jace, um amigo inseparável que está ali em todos os momentos.

Eu realmente espero que essa resenha faça com que muitas pessoas sintam vontade de ler essa historia e que me contem o que pensa dela e tirem suas conclusões de cada personagem.

Deixe um comentário, vou adorar saber mais sobre sua opinião.

Encontre-me:
Twitter/Instagram: @alefcaue


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!