Cotas para negros, qual sua opinião?

22:21:00

Oi gente

Na verdade essa postagem não é uma pergunta pra vocês. Pois é, na verdade ela foi uma pergunta que me veio na mente antes de escrever esse artigo. Eu estava no facebook e ai por milagre apareceu um vídeo (esse aqui) com o seguinte tema:

"Você não é igual a mim" Discurso negro mais racista que já vi. Como uma pessoa pede igualdade falando isso?"

Lembrando que assim estava o vídeo que foi compartilhado por uma pessoa qualquer do meu facebook que na verdade nem vi quem era, apenas peguei para ver.

Muitas pessoas estavam dentro de uma sala de aula. Um cara e uma professoram falavam a respeito de cotas para negros destro da faculdade.

A professora pediu para que esse assunto não atrapalhasse a aula dela e que eles (negros e quem quisesse saber a respeito) marcassem uma hora com ela para que esse assunto fosse discutido fora da sala de aula.

CLARO QUE DEU TRETA


Esse assunto sobre racismo e cotas deve ser abordado sempre que possível. Eu concordo que é um assunto muito importante e acho que a professora errou quando pediu para que marcassem um horário com ela para que falassem sobre o assunto. Um assunto como esse pode e deve ser tratado sempre que possível e ali ela poderia ter evitado todo o tumultuo que veio a seguir.

Os negros que estavam na sala se sentiram ofendidos com isso "quem marca horário pra falar com uma branca sobre cotas para negros?", claro que não sei como eles pensaram, mas eu pensaria assim. 

Depois disso começa uma certa discussão, uma voz mais alta ali, uma pessoa alterada aqui. Um cara branco resolve reclamar falando que quer estudar, que quer ter aula e que se a pessoa quer entrar na faculdade basta estudar que entra. Sabemos que a realidade é outra e que não é bem assim que funciona em todas as partes. Aqui em Araraquara já existiram casos de racismo e você consegue achar pessoas que são contra negros, porém nunca a esse ponto. Claro que pra entrar em uma escola de ensino médio e ensino fundamental é muito mais fácil do que em uma faculdade, mas muita coisa diferencia no ensino médio que a pessoa pode ter e até no tratamento que tem de seus "colegas de classe" assim englobando todas as pessoas da escola.

Eu concordo sim com a cota para negros pois a historia mostra como eles sofreram e desde então o mundo vem mostrando como o pensamento de muita gente não mudou a respeito disso. Negro tem sim que ter todos os direitos que nós brancos e ser respeitados como iguais e não na primeira oportunidade serem escorraçados e tachados de barraqueiros e sem educação.

No vídeo eu não concordo da forma que a garota negra se alterou pois achei que foi uma coisa que não era necessária, porém eu não senti o que ela sentiu quando houve descaso com o assunto de cotas por dois alunos e pela professora. O grupo precisava falar mais alto e até mesmo chegar a gritar para que conseguissem serem ouvidos, porque é isso que eles querem e merecem.

Não temos o direito de julgar ninguém pela etnia, religião, gosto, vontades e etc. Somos iguais por dentro. Uma pessoa preconceituosa com gays e negros, se estivesse morrendo e precisasse de um órgão que pudesse ser doado apenas por aqueles que ela odeia, ela iria ou não aceitar? Bateria uma aposta com você que aceitaria e mesmo assim continuaria com seu pensamento antigo que já deveria ter mudado.

Tá na hora de muita coisa mudar. As pessoas não querem revolução, não querem briga, não querem guerra, mas onde é que estão fazendo esforços para que isso seja impedido?

Varias vezes no vídeo os negros falaram "você não é igual a mim" para o cara que estava filmando o vídeo. Concordo com eles, ali naquele momento não estavam pedindo apenas igualdade e cotas, estavam explicando como é difícil ser negro em um pais em que as pessoas tem cabeça fechada e que não aceitam ainda os negros na sociedade como deveriam aceitar. 

A igualdade deveria vir sem ser solicitada e o respeito da mesma forma. As pessoas não se importam com o tanto que você sofreu ou sofre por ser negro, pois elas não sabem o que é isso. Uma pessoa branca sofre bullyng por tantas coisas, mas pergunta se ela já foi chamada de macaca, se ela já perdeu a vaga de emprego porque era negra. 

É DISSO QUE EU TO FALANDO BRASIL

No vídeo também, um negro que estava afastado do grupo de negros que estava do outro lado conseguiu falar de uma forma que todos ouvissem, ninguém retrucasse e que todos respeitaram e ficaram em silêncio. Acho que foi pelo motivo de não ter uma certa briga de poder de fala, ele apenas disse que queria falar e as pessoas aceitaram aquilo respeitosamente.

Ele disse que estudou em escola particular e que não havia mais nenhuma pessoa negra na escola. Ele disse também que se esse assunto não era importante paras os brancos presentes ou qualquer pessoas que estivesse ali sem prestas atenção na conversa, era porque eles não sentem o que os negros sentes, não sofrem da forma que eles sofrem desde a historia deles até o atual momento em que não conseguem ter o apoio para falar de um assunto que deve ser comentado e deve ser discutido.

Por causa da historia de sofrimento há pensamentos errados e por isso trazem dificuldades para eles que entra em mais dificuldades para arrumarem empregos, estudarem em lugares "cheio de brancos" se assim posso dizer. Realmente a luta é valida.

Claro que eu concordo também que se algum dia eles forem tratados de forma igual por toda a sociedade sem existir um pingo de racismo, essa cota possa ser banida das faculdades. Veja bem, leia bem o que eu disse para não me xingarem por não entender. A cota é pelo sofrimento que eles tem por causa da historia, se esse sofrimento acabar eles não precisarão mais de cotas.

O vidro foi gravado por um dos caras que gosta de discutir coisas desnecessárias e arrumar briga com todo mundo. O tipo de cara que não quer saber sua opinião nem nada.

No final do vídeo ele fala "a USP já tem cotas, isso vai acabar abaixando a qualidade de um ensino". Eu queria entender exatamente o que ele disse, porque pra mim parece que o fato da faculdade já ter cotas é um grande problema pra qualidade de ensino.

O mesmo diz olhando pra câmera dele "eu não chego na sua aula interrompendo pra falar qualquer merda, não que isso seja uma merda, mas você não pode chegar e interromper tudo porque você acha isso importante". 

ISSO É IMPORTANTE PARA A SOCIEDADE E NÃO APENAS PARA ELES.

O assunto saiu de cotas para o preconceito e o racismo, e isso aconteceu dentro de uma sala de aula, onde as pessoas deveriam saber que não pode ter esse tipo de atitude, mas abrem a boca para falarem merda para pessoas que querem apenas falar sobre os direitos delas porque cota é direito deles e se você não ta feliz, cala a boca porque nenhum parente seu da época deles foi escravizado a menos que você seja parente ou tenha ligação com a escrava Izaura. Tá faltando vergonha na cara e isso ninguém pode te dar.

Enquanto uma pessoa tiver o mesmo pensamento que esse cara, o mundo vai continuar assim, em uma briga de poder para ver quem pode falar ou não.

E isso acontece com negros e com todo o tipo de pessoa que sofre preconceito, queremos igualdade, mas antes de reclamar de como falamos ou como agimos, nos de igualdade de respeito e depois o resto vem junto. Falta respeito, ética e vocês reclamam que os gays e os negros querem igualdade mas sempre se diferenciam. Claro, não basta corrermos os riscos de qualquer um de vocês, mas corremos ainda mas o risco do preconceito que sinceramente se você for hétero e branco não corre tanto esse risco, podem falar de seu cabelo, de sua sobrancelha, mas não vão te chamar de viadinho, boiola e perguntar se você já deu pra fulano e ciclano. Não vão te chamar de macaco, preto, asfalto. E se for deficiente? A mesma merda é feita.

As pessoas precisavam aprender que queremos igualdade, mas que elas não nos dão esse direito e ai vem a diferença, temos que lutar pra conseguir isso, temos que batalhar pra conseguir que as pessoas nos olhe e que nos respeitem de forma que respeitam todos os outros que não sofrem com preconceito.

Não é apenas o Brasil que tem que mudar, é o mundo.

Minha opinião foi expressada.

Assista o vídeo aqui

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

0 comentários

Deixe o seu comentário, não esqueça do seu email e do seu blog!